Vítimas de execução em Várzea Grande eram moradores do bairro Barcelona em Tangará da Serra

As vítimas foram encontradas mortas no Rio Cuiabá.

Duas adolescentes, encontradas mortas dentro do Rio Cuiabá, no bairro Carrapicho, em Várzea Grande, no final da manhã desta quarta-feira (03), eram de Tangará da Serra.

As vítimas, Lana Talyssa Moreira Bezerra, 13 anos, Keize Rodrigues, 16 anos, estavam com as mãos amarradas e com diversas perfurações pelo corpo. Conforme as investigações, da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) o crime teve ligação, com a execução ocorrida no centro de Várzea Grande, também, na manhã desta quarta-feira, quando atiradores encapuzados, invadiram a residência e atiraram nos moradores. As jovens eram namoradas de duas das vítimas (Uma morreu e outra sobreviveu).

No local, morreram Felipe Melo dos Santos, 25 anos e Leandro Oliveira, de 26 anos. Segundo informações, as vítimas eram moradores do bairro Barcelona em Tangará da Serra. Os outros dois baleados, Vitor Santana Santos, de 23 anos, passou por cirurgia para retirada dos projeteis e o estado de saúde é considerado estável. Já, Júnior da Silva Pereira, 31 anos, não sofreu ferimentos graves. Ambos estão no Pronto-Socorro de Várzea Grande.

A Polícia Judiciária Civil de Várzea Grande, identificou os três autores dos quatro homicídios e da dupla tentativa de homicídio. O suspeito, Thalyson Thiago Taorta de Oliveira, 23 anos, foi preso em flagrante no bairro Cristo Rei.

Estão identificados, Donato Silva Nascimento (Netinho), 24 anos e Luiz Fernando Oliveira Caetano Moreira, 21 anos, ambos foragidos e que também responderão pelos mesmos crimes.

Segundo o preso, o crime está relacionado ao fato das vítimas integrarem facção criminosa rival e terem cometido uma tentativa de homicídio há cerca de 30 dias, contra um integrante do grupo deles, em Tangará da Serra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar