EM COMUM: Quatro candidatos a presidente compuseram mesmo governo

Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) foram ministros e Henrique Meirelles (MDB) presidiu o Banco Central do Brasil durante o governo de Lula

Alguns dos candidatos que disputam a presidência da República nestas eleições tem muito em comum. Numa coincidência no mínimo obscura, quatro dos 13 postulantes já participaram de um mesmo governo e conviveram no mesmo ambiente político com figurões presos pela Operação Lava Jato.

Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) foram ministros e Henrique Meirelles (MDB) presidiu o Banco Central do Brasil entre os anos de 2003 e 2010, no governo do petista Luís Inácio Lula da Silva, atualmente preso pela Polícia Federal por corrupção.

Preso pela Lava Jato, Lula presidiu o país de 2003 a 2010
Preso pela Lava Jato, Lula presidiu o país de 2003 a 2010

Haddad, Ciro, Marina e Meirelles foram colegas de governo e respiraram os mesmos ares de personagens da história recente da corrupção no país, como Antônio Palocci, José Dirceu, Dilma Rousseff, Geddel Vieira Lima, João Santana e Paulo Bernardo. À exceção de Dilma, todos foram presos pela Operação Lava Jato. Dilma, vale lembrar, sofreu impeachment, também por corrupção.

Veja abaixo a participação de cada um dos quatro ex-colegas de governo:

Fernando Haddad, do PT, foi Ministro da Educação de 2005 a 2010 no governo Lula, e seguiu no cargo com Dilma Rousseff até 2012
Fernando Haddad, do PT, foi Ministro da Educação de 2005 a 2010 no governo Lula e seguiu no cargo com Dilma Rousseff até 2012
Ciro Gomes, do PDT, foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006
Ciro Gomes, do PDT, foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006
Marina Silva (Rede) comandou o Ministério do Meio Ambiente de 2003 a 2008
Marina Silva (Rede) comandou o Ministério do Meio Ambiente de 2003 a 2008
Henrique Meirelles (MDB) presidiu o BACEN de 2003 a 2011
Henrique Meirelles (MDB) presidiu o BACEN de 2003 a 2011

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar