Depois do frio, região enfrenta baixa na umidade do ar

Amanhã, sexta-feira 13, a umidade relativa do ar prevista é de 28%. Numa condição desértica como esta, os problemas respiratórios se acentuam

O frio assustou até a metade desta semana e o calor volta a tomar conta da região a partir desta quinta-feira. Porém, a ‘revirada’ no tempo com mudança brusca de temperatura oferece um fator extra de preocupação: a queda significativa da umidade relativa do ar.

Cidade já começa a sentir os efeitos do clima seco característico da época
Canteiros amarelados e folhas caídas: Cidade já começa a sentir os efeitos do clima seco característico da época

Nesta quinta-feira, em Tangará da Serra e região sudoeste, as temperaturas máximas chegarão aos 32 graus celsius, enquanto as mínimas baixam aos 12°C. Ou seja, uma amplitude térmica que representa nada menos que 20 graus centígrados de diferença do dia para a noite. É o resultado do calor ensolarado durante o dia e da queda acentuada na madrugada.

Estas condições, aliadas à secura característica desta época resultam em um nível crítico de umidade relativa do ar, ficando abaixo dos 40% nesta quinta-feira.

O mesmo fenômeno será sentido em municípios como Campo Novo do Parecis, Nova Olímpia e Barra do Bugres, assim como na capital Cuiabá.

Amanhã, sexta-feira 13, a umidade relativa do ar prevista é de 28%. Numa condição desértica como esta, os problemas respiratórios se acentuam. Então, à noite, para melhorar a qualidade do sono, recomenda-se o uso de vaporizadores ou simples recipientes com água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar