Vereador quer defesa dos afluentes para conter poluição no Sepotuba

Vagner Constantino alerta para a prática recorrente de desova de lixo junto aos córregos e suas matas ciliares, onde há áreas de preservação

Após assinar moção de reconhecimento e saudar o trabalho do Rotary Clube Tangará da Serra Centro durante a 14ª edição do projeto “Preserve o Rio Sepotuba”, o vereador Vagner Constantino Guimarães (PSDB) advertiu sobre a necessidade de uma maior atenção aos afluentes do principal rio da região.

Vagner: . “Sem uma fiscalização firme e rigorosa, estas práticas vão continuar, e todo este lixo vai escoar até o Sepotuba”
Vagner: . “Sem uma fiscalização firme e rigorosa, estas práticas vão continuar, e todo este lixo vai escoar até o Sepotuba”

Constantino defende maior rigor na fiscalização dos córregos que cortam a cidade, como o Estaca, o Buritis, o Araputanga e o São João e, também, os mais afastados da área urbana, como o Ararão. “Todo este belo trabalho do Rotary, de limpar o Sepotuba, fica comprometido se não cuidarmos dos afluentes”, disse o vereador tucano, durante a sessão da Câmara Municipal, na última terça-feira (03), quando houve a entrega da moção aos rotarianos.

O vereador do PSDB alerta para a prática recorrente de desova de lixo de toda espécie junto aos córregos e suas matas ciliares, onde há áreas de preservação permanente. “Sem uma fiscalização firme e rigorosa, estas práticas vão continuar, e todo este lixo vai escoar até o Sepotuba”, disse.

Vagner pretende propor ao poder público ações no sentido de coibir ações lesivas ao meio-ambiente relacionadas aos afluentes.

Moção

Na mensagem da moção de reconhecimento entregue aos rotarianos na última terça-feira, a Câmara destacou o trabalho de limpeza nas margens do rio Sepotuba, que resultou em mais de quatro toneladas de lixo e entulhos no trajeto de 16 quilômetros entre as estâncias Modelo e Amazonas.

Irresponsabilidade popular: Volume de lixo descartado nos rios impressiona
Irresponsabilidade popular: Volume de lixo descartado nos rios impressiona

As atividades envolveram cerca de 150 pessoas e 22 embarcações. Toda a ação contou com o apoio da Câmara Municipal, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Escola Técnica Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar