Governo lança portal para divulgar dados sobre logística

Dados ainda são vagos, mas há menções sobre aviação regional – como o aeródromo de Tangará da Serra –, a hidrovia do rio Paraguai e o terminal de Cáceres

O governo do estado lançou na última quinta-feira (24) uma plataforma virtual de transparência de apoio ao desenvolvimento da infraestrutura do Estado. O portal Central Infra (http://sinfra.maps.arcgis.com) apresenta dados online de obras, o plano diretor de transporte e demais ações realizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Lançamento do portal ocorreu durante reunião com o BID, na última quinta-feira, em Cuiabá
Lançamento do portal ocorreu durante reunião com o BID, na última quinta-feira, em Cuiabá

O portal foi desenvolvido por profissionais da Sinfra em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que destinou US$ 1 milhão a fundo perdido para realização de estudos, análises e projetos para aprimorar a logística estadual, incrementar o turismo, adotar ações ambientais e capacitar os servidores públicos.

“Com essa ferramenta é possível ter o acompanhamento de todas as obras da Sinfra e obter informações relacionadas ao fluxo de carga em Mato Groso, da origem ao destino”, afirmou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

Tangará  da Serra e região

Otimismo aparente e realidade: Lentidão das obras da MT-339 preocupa e impressão, até o momento, é de abandono
Otimismo aparente e realidade: Lentidão das obras da MT-339 preocupa e impressão, até o momento, é de abandono

Ainda em fase de conclusão, o portal apresenta algumas dificuldades ao usuário. Por exemplo, para acessar o plano diretor de logística é preciso registrar login/senha, o mesmo acontecendo com os dados sobre energia.

Sobre as unidades de logística, os dados ainda são vagos, com menções sobre aviação regional – os 29 aeródromos autorizados pelo governo federal, entre eles o de Tangará da Serra –, a hidrovia do rio Paraguai e o porto de Santo Antônio das Lendas, em Cáceres.

No site há algumas informações sobre os trechos em concessão para pedágio, como as quatro praças projetadas entre Itanorte e a BR-163, em Jangada, envolvendo Tangará da Serra, Nova Olímpia e Barra do Bugres.

Sobre os motivos pela lentidão das obras da MT-339 (Tangará-Panorama, via Assentamento) não há nenhuma informação, ao menos por enquanto.

A lentidão das obras na MT-339 e também na MT-240 (Tangará-Santo Afonso), frustra a população regional. A incerteza gerou, inclusive, pedidos de retomada das obras, como o caso do vereador Melquizedeque Ferreira Soares (Zedeca, do MDB), que encaminhou indicação ao governo no início deste mês.

Asfalto

Aproveitando o lançamento do portal, o governador Pedro Taques e o titular da Sinfra, Marcelo Duarte, realizaram uma breve prestação de contas. Segundo Taques e Duarte, nestes quatro anos de governo foram feitos 2.400 km de asfalto em rodovias estaduais, considerando as obras de construção (1.000 km) e de reconstrução (1.400 km).

(Com informações de Secom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
%d blogueiros gostam disto: